J.K. Rowling Lança História Inédita de Harry Potter No Halloween

Potter Halloween J.K. Rowling Lança História Inédita de Harry Potter No Halloween

Se os leitores sentem falta de Harry Potter, o que dizer da criadora da história? J.K. Rowling não pretende lançar um novo livro do personagem, no entanto, acaba de divulgar uma história inédita, especial para o Halloween.

Anunciada há alguns dias, a nova trama é centrada na professora Dolores Umbridge, apresentada pela primeira vez na Ordem da Fênix. Com cerca de 1700 palavras, o enredo, na verdade, é uma espécie de perfil da personagem, que se tornou uma das mais marcantes na vida de Harry.

Disponível no Pottermore, a história ainda não possui tradução oficial. Mas, se você não aguenta a expectativa para ler, a versão em inglês pode ser acessada clicando AQUI.

Diário de Renato Russo Deve Virar Livro

Renato Russo Diário de Renato Russo Deve Virar Livro

Embora já tenha ido parar no cinema, a vida de Renato Russo ainda possui muita coisa por ser contada. E, para os fãs do líder do Legião Urbana, a boa notícia é que um diário do cantor pode virar livro em breve.

Escrito em inglês, a existência do diário já havia sido revelada pela mãe de Renato, que esperava vê-lo publicado apenas depois de sua morte. Apesar disso, Giuliano Manfredini, filho do compositor, estaria disposto a não esperar e lançar os melhores trechos já daqui a dois anos. A intenção seria aproveitar o aniversário de 20 anos do adeus do cantor e celebrá-lo através de suas próprias palavras.

Ainda não oficializado, o lançamento da quase biografia deve acontecer em meados de 2016.

J.K. Rowling Quer Construir Cabana de Hagrid

Cabana Hagrid J.K. Rowling Quer Construir Cabana de Hagrid

Um dos personagens mais cativantes de Harry Potter, Hagrid mora em uma cabana que seria sonho de consumo para qualquer fã da saga. E, ao que parece, até mesmo para sua criadora, J.K. Rowling, que revelou sua vontade de ter uma versão própria da casa em seu próprio quintal.

Mais de 10 anos depois de comprar sua cada na Escócia, a autora planeja agora utilizar a floresta do lugar para construir a cabana feita de pedra, semelhante à que foi retratada nos filmes de HP. Por enquanto, porém, ainda é cedo para saber se há alguma chance da cabana ser aberta para visitação em algum momento.

Até agora, a única certeza é que o projeto de J.K. já foi aprovado, desde que ela não destrua nenhuma árvore do local para realizar a obra.

Twin Peaks Terá Continuação em Livro

Twin Peaks Twin Peaks Terá Continuação em Livro

Prestes a retornar na televisão, Twin Peaks estará de volta também nas livrarias. Uma continuação da história será contada em um livro de Mark Frost, um dos criadores da série que fez sucesso na década de 90.

Acompanhando a nova temporada, que será ambientada cerca de 25 anos depois dos episódios, o livro pretende narrar o que aconteceu desde que a trama foi encerrada em 1991. Intitulada The Secret Lives of Twin Peaks, a obra pretende revelar o destino dos personagens e aprofundar o envolvimento da cidade no caso de Laura Palmer, eixo da produção.

Devendo ser lançado em 2015, antes do retorno da série na tevê, por enquanto ainda não ficou claro se o livro estará diretamente relacionado aos novos episódios.

Bussunda: A Vida do Casseta, de Guilherme Fiuza

Bussunda Bio Bussunda: A Vida do Casseta, de Guilherme Fiuza

Gosto de ler biografias, mas elas não costumam ser prioridade. Em geral, elas chegam até mim sem muita pretensão, e este foi também o caso de Bussunda: A Vida do Casseta. Eu sabia da existência do livro de Guilherme Fiuza, mas nunca tinha tido um grande interesse por ele. Até que comecei a ler, e não consegui largar até percorrer toda a breve e intensa trajetória do mais famoso integrante do Casseta & Planeta.

Pra ser sincera, eu lembro do programa da Globo como algo que sempre esteve ali, às terças. E mesmo quando saíram do ar, não me foi um grande baque. Agora, depois da leitura, sinto uma necessidade de rever episódios, ir atrás do começo, entender a inovação que fizeram para a época. Isso porque, embora dedicado a Cláudio Besserman Viana, vulgo Bussunda, o livro passa por todo o processo que veio antes do auge e da estabilidade na emissora. Voltando no tempo, é mais fácil respeitá-los, não como um produto de toda semana, mas como algo que quebrou barreiras. E, principalmente, como o fruto inesperado de um jovem que não tinha futuro algum pela frente. Pelo menos em tese.

Confesso que tenho uma certa tendência a gostar e a torcer por underdogs, os subestimados. E acredito que a empatia da biografia do comediante está muito nisso. Fora dos padrões, subversivo, despretensioso, ele é aquele tipo de figura que as professoras da escola dizem que você deve se manter afastado, mas que pode surpreender mais do que imagina. E mesmo sabendo que seus passos serão certeiros para o sucesso, é impossível não ficar desejando para que as coisas deem certo durante a leitura.

Da mesma forma, me lembrando até aquele documentário sobre Senna, o livro começa a ganhar um gostinho agridoce conforme o sucesso chega de verdade. O amor pelo futebol é algo muito claro na narrativa, porém, só de saber que a Copa do Mundo de 2006 se aproxima, a vontade é de não acreditar que a morte do personagem/humorista estará justamente em um evento que tanto amava. E quando ela chega, é meio devastador. Depois de passar algumas horas percorrendo a vida de Bussunda, você quer que ele esteja bem e o único consolo é perceber como ainda está muito presente na memória coletiva.

Claro que não vou dizer que a biografia é perfeita – tive um pouco de problema com a narrativa um tanto truncada em alguns trechos -, mas acredito que faça um retrato importante para explicar porque esta memória ainda sobrevive. Não é apenas porque ele foi Marrentinho Carioca e Montanha, mas porque existiu todo um trabalho antes disso. E para quem não viveu, ou não lembra, de sua ascensão até o destino inesperado em 2006, é uma boa maneira de compreender a perda sofrida pela televisão. E de ficar pensando se o Casseta & Planeta teria conseguido se renovar mais uma vez se ele ainda estivesse vivo.